Get Adobe Flash player

NOTÍCIAS

Enduro Tapior: Matéria completa e resultado oficial

O Enduro Tapior, como não poderia ser diferente, bateu mais um recorde de participantes. Foram 171 pilotos entre motos e quadriciclos e 90 ciclistas, distribuídos em várias categorias. Números gigantescos quando se fala de uma modalidade off Road no Nordeste. O slogan não mente: Enduro tapior, o maior do Nordeste. Segue o resultado Oficial.
 
No Sábado o briefing já mostrava que seria mais um enduro de grandes proporções. Com uma maciça presença no clube da cidade, local das inscrições, do briefing e da tradicional confraternização dos pilotos.
Podemos notar que o ciclismo off Road já está consolidado na região. A galera das bikes estavam em peso e passaram pela mesma formalidade das motos: Inscrição, adesivação e briefing com muitas informações e fotos. Bacana, Parabéns!
 
 
 
No domingo, toda estrutura como sempre foi montada no parque de vaquejada Martins. Tudo nos conformes, café da manhã, inscrição e parque fechado. A largada teve que ser atrasada por mais uma hora, devido a quantidade de pilotos que “brotavam” de toda parte. A largada da primeira categoria, a Elite, se deu as 11:00 da manhã.


No inicio passamos pelo cross-teste atrás do parque de vaquejada, que aliás, é nos padrões do campeonato mundial, largo, de velocidade média onde atraiu uma grande quantidade de telespectadores. Após o cross-teste,  praticamente já caímos no ET01 margeando o Rio da cidade. Essa especial era bem mista, com diferentes tipos de terrenos com grandes variações de pequenas dificuldades.
 
Voltando para tabuleiro chegamos no EXTREME, onde mais uma vez a população estava “abarrotando” os espaços, no intuito de acompanhar as estrelas do enduro transporem aqueles obstáculos que para “motoqueiros” seriam impossíveis. O extreme começava com um amontoado de pneus suspensos que aterrorizava logo na estrada, acabando psicologicamente com os mais “fracos”. Com esses pneus ultrapassados passávamos por uma sequência de pneus de carretas deitados, que também fez a alegria dos telespectadores, com muitas “roiadas” dos pilotos.
 
Após os pneus tinham alguns de troncos e pedras, até chegar no pobrezinho do fusquinha. O fusquinha foi muito maltratado pelos pilotos, uns saltavam, outros rôiavam e alguns eram vítimas da fúria do bichinho, sendo “ejetado” de cima dele sem dó e muito menos piedade. Os que passavam “limpo” eram aplaudidos por uma galera eufórica.
 
O ET02 começava num terreno arenoso com curvas de média e depois passava para um cascalho de pedra com pequenas subidas e descidas bem legais, muito técnico, fazendo com que o enduro tivesse todos os terrenos possíveis. O ET03 tambem começava numa descida de cascalho e logo margeava as barreiras do rio até entrar dentro dele num areão muito pesada.
 
O ultimo desafio do enduro era o Extreme 02, uma pista de treinamento da região contendo muitos obstáculos de todos os níveis. Sinceramente, toda cidade era pra ter uma no mínimo similar, possibilitando uma boa formação para novos pilotos.
 
O enduro Tapior, já está consolidado no meio OFF Road como uma das maiores e melhores provas do Brasil. Na próxima temporada podem continuar usando o slogan de maior do nordeste, pois os números não metem!!!
 
Parabéns a toda equipe de organização ( Gimário Pinto, Belan Guerreiro, Rodrigo de Baé, Erivanilson...) que trabalham muito para continuar fazendo uma prova de nível, e agradável para população, pilotos e equipes.
 
 
Resultado Oficial:
 
Resultado Geral
Resultado por Categoria
Passagens Individuais

On Line

Temos 4 visitantes e Nenhum membro online

 

O que achou do novo site?